Novas perguntas sobre o MKULTRA (e a minha experiência sobre o controle mental)

por seducaoepersuasao

Leia também
Mais perguntas e respostas sobre o MKULTRA no Brasil (e a minha experiência)
MKULTRA no Brasil – minha experiência com a tortura eletrônica e espionagem remota

 

Pergunta: “Pelo que entendi, programas clandestinos e ilegais como o MK ULTRA rodam no inconsciente humano alterando a mente e o comportamento, convertendo seres humanos em escravos de um sistema injusto que nos suga do berço até o leito de morte. Você disse na sua comunidade (obtenha acesso a ela sendo membro do Persuasao.com.br aqui) que 85% do comportamento humano está comprometido, pois é fruto de manipulação sensorial e eletrônica via inconsciente. Então é por isso que a maioria dos homens são betas e PUAs. E devido a uma sabotagem sensorial é muito difícil ter atitudes 100% ALPHA. Você disse que a única saída para vencer essa programação beta-PUA que recebemos desde o berço é buscar a autossuficiência e independência emocional. Dessa forma, mesmo sendo atacado por esses programas que visam alterar nosso inconsciente para que tenhamos comportamentos de perdedor (beta) ou idiota, como ser escravo de mulher (PUA), como esses retardados que passam o dia tentando ‘chegar em mulher’ e se frustram porque só as feias dão papo, assim conseguimos nos afastar dessa realidade pré-fabricada pela elite do planeta que opera no underground e luta diariamente para que todos os homens sejam betas ou PUAs, 100% controláveis. Acho que agora começo a entender mais a vida e a razão de existir tão poucos homens ALPHA. Há uma guerra velada contra a alphabilidade masculina e feminina porque as mulheres também estão ficando mais autossuficientes e independentes. Esses caras não querem que sejamos senhores do nosso próprio destino. Querem que a gente viva a vida de merda que eles nos oferecem. Assim podem nos controlar e dirigir nosso comportamento oferecendo o que eles tiraram de nós. Parece que agora faz sentido toda essa história de controle mental e teorias da conspiração. Tudo isso tem um fundo de verdade e aos poucos começa a ser revelado a nós o que está por trás do comportamento humano.”

Resposta: Isso mesmo. Por isso muitas pessoas agem como zumbis. O comportamento é totalmente previsível. Esses programas de controle mental visam isso mesmo, manter o comportamento humano o mais previsível possível. O MKULTRA é um deles, mas há ao menos 100 programas como esse, todos ilegais e clandestinos operando 24h no inconsciente humano. E todos visam prejudicar o ser humano, fazendo com que ele apenas faça o que for de interesse de terceiros. Por isso eu disse que hoje a vida humana não é para o ser humano, mas para quem está atrás dele, operando, jogando, sugando, ou seja, para as pessoas que estão operando esses programas ilegais e dirigindo o comportamento humano para que satisfaça seus desejos e interesses. E os governos, principalmente dos EUA e da Rússia me enviaram um grande recado nesses quase dois anos de perseguição e ataques: NÃO QUEREMOS HOMENS ALPHA. Por quê? Simplesmente porque a parafernália criada para converter homens em zumbis não funciona com homens ALPHA. Há ataques de todos os lados (e com armas hi-tech inimagináveis) para que você não se torne um homem autossuficiente e independente. Só que no fim o ALPHA vence. Estou vencendo e dando o meu troco em trazer à tona toda essa manipulação sensorial que estava oculta.

 

Pergunta: “No filme Nerve: Um Jogo Sem Regras, observadores sádicos pagam para jogadores fazerem coisas malucas e perigosas. Não é mais ou menos isso que acontece com o underground do planeta, só que não sabemos que somos os jogadores de um videogame sádico sendo desafiados 24h por cientistas e militares malucos e engravatados sociopatas? Seres humanos que nos conhecem mais do que nós mesmos, pois assistem toda a nossa vida desde criança, passam o dia gerando desafios para nós vivermos e eles observarem como sádicos voyeurs? Somos apenas um entretenimento para esses caras?”

Resposta: Esse filme é perfeito e descreve a dinâmica social do que está acontecendo com todo ser humano nesse exato momento. Eu não tenho dúvidas que nossas vidas, na maior parte do tempo, cerca de 85%, é influenciada e dirigida por terceiros que geram desafios de forma oculta. E, como no filme, um desafio está ligado a outro desafio, que vai gerar novos desafios, e assim por diante. Com a ajuda de cientistas, militares e até policiais do underground, foi criado clubes de bilionários sociopatas que estão por trás de games estilo o filme Nerve e passam o dia se divertindo com a desgraça alheia.

 

Pergunta: “Vi o filme Nerve e achei bem maluco. Fiquei pensando, será que o planeta Terra não é um grande jogo de uma outra raça, ou quem sabe de humanos do futuro que replicaram o planeta digitalmente e transformaram numa versão de videogame sádico? Os desafios do filme Nerve são baseados numa análise de toda a vida do jogador, e fazendo com que sejam bem pessoais e personalizados. Com os dados que a NSA e demais serviços secretos têm da gente, e usando super computadores quânticos, será que a vida como a conhecemos não está sendo gerada por computadores super inteligentes que têm todos dados sobre nossa vida e nos conhecem mais do que nós mesmos? Os desafios podem ser gerados de forma manual ou automática, isso parece fazer sentido para mim. Os desafios exploram nossos medos e desejos ocultos, o que os governos já conhecem baseados no que pensamos, falamos, escutamos, publicamos na internet, lemos, assistimos, com nossas experiências passadas, traumas, fobias, doenças, etc. Hoje em dia ficou muito fácil conhecer uma pessoa melhor do que um analista ou um médico e usar tudo isso para se divertir as custas dos medos e desejos dela.”

Resposta: Perfeito. Tudo isso faz sentido para mim. O filme Nerve é perfeito para explicar a realidade humana. Algo desse tipo está acontecendo. Não tenho dúvidas. Agora só precisamos ir a fundo e descobrir onde estão os servidores centrais, os mainframes deste game sádico. E principalmente, quem o criou.

 

Pergunta: “Vi o filme da campanha da Globo sobre respeito com o cadeirante que pilota um carro de fórmula 1 com a mente. Isso poderia ser feito da casa dele, certo? Falo em pilotar o carro a distância e usando apenas comandos cerebrais, sem os pés e mãos. E da mesma forma, poderia ser feito com um humano, dirigindo o comportamento de uma pessoa a distância?”

Resposta: Sim, pode ser feito a distância. Isso já existe com drones e também com carros, mas ainda em laboratórios. Está em fase de testes. No futuro você vai levar seu filho a escola assim, do conforto da sua casa. E mais para frente o carro será pilotado de forma autônoma. Então o carro vai levar e trazer seu filho de forma automática. E sim, hoje isso já existe com seres humanos. Eles são jogados por terceiros, seja no modo manual, ou automático. É igual a jogar um avatar do Second Life.

 

Pergunta: “Quais séries do Netflix você assiste e recomenda para a gente entender melhor seus ideias sobre o inconsciente humano e alteração da realidade?”

Resposta: Recomendo que assista as séries do Netflix: Black Mirror, Travelers e Sense8.

 

Pergunta: “Também me sinto perseguido e parece que alguém ou algo está sabotando a minha vida. Tudo que faço dá errado e sempre perco a motivação quando começo algo novo. Também tenho vozes internas que me infernizam 24h. Minha família me levou a psiquiatras e psicólogos, mas nada adianta. Lendo seu relato e demais vítimas do mk ultra, parece que tudo isso de ataque com armas psicotrônicas e eletromagnéticas está acontecendo comigo. Tudo começou quando comecei a estudar esses assuntos de persuasão, pnl, hipnose e sedução. Piorou quando passei a frequentar grupos espiritualistas que ensinam a atingir o eu superior. Gostaria de uma ajuda sua, se possível conversar direto com você sobre tudo isso. Parece que você conseguiu se livrar disso e agora está ajudando outros a vencer a perseguição e tortura eletrônica. Como posso falar direto com você? Ah, ainda não sou membro do seu site mas estou pensando em comprar o acesso.”

Resposta: Sim, com certeza você é mais um indivíduo alvo e por isso está tendo toda a vida bagunçada. Não querem que você seja ALPHA. Primeiro, clique aqui e seja um membro do meu site. Depois, acesse sua conta para contratar o atendimento personalizado. Lá você fala direto comigo, ou por email ou via Skype. Tenho certeza que com o conteúdo do meu site, e depois uma sessão de conversas diretas comigo vão te ajudar a se desvencilhar dessa sabotagem externa na sua vida.

 

Pergunta: “Parece que o cérebro humano está em desenvolvimento. Alguns chamam isso de alteração de DNA ou nova espécie que vai substituir o Homo sapiens, a Homo sensorium, como fala a segunda temporada da série do Netflix Sense8. E como relata a série, há toda uma estrutura secreta e sinistra construida pelos governos e seus cientistas e militares para evitar essa evolução e posterior poderes e recursos que os novos humanos destravariam. Teria até uma caçada aos novos humanos onde um por um seriam mortos. Você acha que o seu cérebro já entrou numa espécie de remodelagem estrutural e em breve terá acesso a novos sentidos e poderes que nem vemos nos filmes e séries? E por isso está sendo perseguido? Não tem medo de ser morto?”

Resposta: Acredito que sim. O filme Lucy também fala em algo assim. Parece que nesse exato momento está havendo uma evolução do cérebro humano. E posso garantir, meu cérebro não é mais o mesmo a partir de 20 de abril de 2015, quando algo bem inusitado ocorreu comigo, onde acredito que tenha sido a ativação da glândula pineal. Muita coisa diferente tem acontecido na minha vida desde então. Sobre ter medo de morrer, nem um pouco. Se tivesse não postaria nada sobre isso aqui no blog. Meu ataque e espionagem ficariam ocultos. Não posso ter medo de fazer o que é certo: expor tudo isso que está acontecendo comigo e inúmeros outros ao maior número possível de pessoas.

 

[em desenvolvimento]

 

RAFAEL BANDEIRA CORREA
rbcorrea@gmail.com
Praia do Cassino, Rio Grande do Sul, Brasil
Maio/2017